Brincadeiras Matemáticas com motricidade

Brincadeiras matemáticas com motricidade na escola

Trago uma lista com brincadeiras motoras, que adaptei para trabalhar conceitos matemáticos, pois sabemos que movimento, ludicidade e aprendizagem andam de mãos dadas.

As brincadeiras podem ser feitas por várias idades, desde maternal á séries iniciais, basta adaptar as exigências e as regras. E, também, podem ser realizadas em finais de semana quando sua casa está cheia de crianças com muita energia.

Brincadeiras matemáticas com motricidade

1. Corrida dos números:

Objetivos: atenção auditiva, agilidade, rapidez, sequência numérica, raciocínio rápido.

Material: bolas ou pedaços de tecidos.

Idade: a partir dos 3 anos.

Como brincar: Coloque as crianças em uma fila. Nomeie as crianças com números, que podem ser até 10 ou menos. Coloque distante da fila bolas ou tecidos de acordo com a quantidade de vezes em que um mesmo número se repita. Por exemplo: se você nomeou 3 crianças com o número 1. Coloque 3 bolas no chão.

A professora fala um número. Todas as crianças que são aquele número devem correr até a bola ou o tecido, tocá-lo e voltar ao seu lugar. Assim a professora continua a falar os números e a brincadeiras se repete.

Para crianças das séries iniciais, ao invés de falar o número, fale uma conta (2+5) e as crianças que correspondem ao número do resultado devem correr até a bola.

2. Pega mais de um:

Objetivos: noção de par, ímpar, duplas, trios, quartetos, motricidade, agilidade, resolução de conflitos, atenção auditiva.

Material: nada.

Idade: a partir dos 4 anos.

Como brincar: Inicie a brincadeira deixando que as crianças brinquem e corram livremente. Quando a professora der o sinal (bater palmas, assobiar…) as crianças devem encontrar um par formando duplas. Vá trocando para que formem trios, quartetos, quintetos… Auxilie as crianças e resolverem os problemas quando sobrarem crianças: podem escolher deixá-las sozinhas ou coloca-las no centro da roda.

3. Troca de lugar

Objetivo: sequência numérica, agilidade, atenção auditiva, lidar com frustração.

Material: cadeiras para cada criança.

Idade: a partir dos 3 anos.

Como brincar: Nomeie as crianças com números até 10 ou menos. Elas sentam-se em círculo. Uma criança fica ao meio, esta deve falar um número. As crianças nomeadas com o número dito devem levantar-se e procurar outro lugar. Essa é a chance do que estava no meio encontrar um lugar para sentar. O que ficou sem cadeira deve reiniciar a brincadeira.

Para as séries iniciais: pode-se desafiar a criança no meio a criar contas para que aqueles que possuem o número do resultado levantar. Assim trabalhar o raciocínio rápido e a capacidade de criar equações matemáticas.

Para pré-escola: pode-se sugerir que a criança mostre com os dedos uma quantidade, e assim as crianças que representam aquela quantidade devem se levantar. Trabalhando desta forma a associação de quantidade ao número.

4. Monte formas geométrica

Objetivo: percepção das características das formas geométricas, motricidade fina, atenção visual e auditiva, agilidade, nome das formas geométricas.

Material: pedaços de cordões para cada criança.

Idade: a partir dos 5 anos.

Como brincar: distribua as crianças em círculo e entregue um cordão para cada uma. A professora vai dizendo o nome de formas geométricas. As crianças têm que construir essa forma com seu cordão no chão. Pode-se ir aumentando a velocidade pra dificultar.

Para das séries inciais: pode-se dar um cordão grande para cada dupla. Cada criança tem que segurar em uma ponta, e devem construir a forma geométrica pedida em conjunto sem soltarem as pontas. Trabalhando a cooperação, capacidade de comunicação e estratégias de execução.

5. Jogo do pim

Objetivos: atenção, raciocínio rápido, trabalhar a tabuada, par e ímpar, desenvoltura.

Material: nada

Idade: a partir de 7 anos.

Como brincar: desafie uma criança por vez a falar uma sequência de números sem cometer erros. Cada vez que o número a ser falado é o resultado do multiplicador do número combinado a criança deve dizer PIM ao invés do número. Por exemplo: se o combinado é a tabuada do 3. A criança deve dizer: 1, 2, pim, 4, 5, pim…

Divida conosco, nos comentários, que outras brincadeiras matemáticas você faz com seus alunos.

Abraços, Shana Conzatti.

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *