Poema Gaúcho

Poema Gaúcho: Atividade com texto.

Que tal trabalhar a semana farroupilha nas Séries Iniciais através de um poema gaúcho sobre o chimarrão?

Poema Gaúcho: Chimarrão

Autor: Iberê Machado
Pra fazer o mate amargo, erva
nova de primeira.
Uma bomba, uma chaleira, uma cuia
bem curada.
Garrafa térmica e nada mais
precisa o chimarrista do que seguir nesta pista para iniciar a mateada.
Enquanto a água se aquenta até chiar na chaleira, encha a
cuia, de maneira
Que a erva fique de um lado.
Ponha a água com cuidado pela borda do porongo.
Pouca erva é mate longo e, muita, fica atolado.
Então o mate descansa até ficar bem cevado.
Que quer dizer bem inchado pra não dar entupimento.
A bomba, neste momento em que o dedão fecha o bocal, se
coloca no local,
Evitando movimentos.
Chupe o mate até roncar, tomando ou botando fora.
Está cevado.
E, agora, quem cevou toma o primeiro.
A roda é contra os ponteiros e a mão toma o segundo.
E, depois, prá todo mundo até o sota, derradeiro.
Cada um recebe a cuia e passa com a mão direita.
O que agradece, rejeita, e passa a ser preterido.
Aguarde pra ser servido.
Faça roncar, não é feio.
Não entregue pelo meio nem o devolva entupido.
Esta herança missioneira é, certamente, o debuxo que
identifica o gaúcho no contexto da nação.
A erva do chimarrão, encoxilhada num canto, é o pala verde
Esperanto que recobre o meu rincão.

Como trabalhar: 

1) Leia o poema e questione se os alunos já fizeram chimarrão ou viram alguém fazendo. Vá parágrafo por parágrafo pedindo para eles interpretarem o que o texto está dizendo.
2) Pesquisem na internet (pois no dicionário só se for gaudério, ahaha) as palavras que eles não conhecerem. E questione se seus tios, pais, avós falam algumas dessas palavras.
3) Trabalhe as palavras que rimam, pode-se propor que digam ou escrevam outras palavras pra rimar.
4) Vá para a prática: faça uma roda de chimarrão, deixando que as crianças tentem organizar a roda de acordo com o poema.
5) Proponha que os alunos criem seus próprios poema sobre outras tradições gaúchas.
E aí, gostou? Conte como foi fazer a proposta com seus alunos. 😀

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *