a dona aranha

Projeto: A Dona Aranha

Ao trabalhar com Educação Infantil percebo uma curiosidade natural das crianças por aranhas, além de ser um animalzinho que está presente no imaginário das crianças através da música popular A Dona Aranha.

Aproveitando essa época próxima ao Halloween, montei esse projeto que pode ser trabalhado nessa data e em qualquer outra, desde o berçário até a pré-escola.

Projeto: A Dona Aranha

1. A Dona Aranha subiu pela parede:

a dona aranha

Objetivos: musicalidade, gestos, criação, noção de baixo/alto, memória, motricidade, esquema facial.

Material: Círculo de EVA com os furinhos para os dedos, canetinha.

Idade: a partir de 6 meses.

Atividade: Cante com as crianças a música da Dona Aranha (para quem não conhece segue o link, AQUI). Pergunte se elas já viram aranhas, deixe que contem sobre isso. Convide-as a construírem a Dona Aranha.

Para os pequenos entregue o círculo já pronto e ajude a encaixar em seus dedinhos. Para os maiores deixe que façam os rostinhos das aranhas.

Após a confecção da aranha cante novamente a música e deixe que eles brinquem, levando suas aranhas para a parede e fazendo os movimentos conforme indicado pela música.

2. Aranhas e suas curiosidades:

Objetivos: aprofundar o conhecimento sobre aranhas, atenção, vocabulário, contagem, representação gráfica, sons da letra A, oralidade.

Para Berçário:

Material: figuras realistas de aranhas, tinta, folha.

Atividade: Mostre as imagens, converse sobre as características da aranha, fale sobre a teia e o que mais achar pertinente para a idade da sua turma. Pinte as mãos das crianças com tinta preta e carimbe na folha. Mostre para as crianças e pergunte se ficou parecido com o desenho real.

Para Maternal e Pré-escola (faça até a parte que esta de acordo com o nível de sua turma):

Material: Figuras realistas de aranhas, textos sobre aranha, papel cartaz ou pardo, canetinha e folhas.

Atividade: Sente em uma roda e mostre o material trazido (ou peça para as criança trazerem as figuras e textos de casa). Pegunte o que as crianças já sabem sobre as aranhas, vá anotando no cartaz. Vá acrescentando mais algumas informações e fazendo perguntas como: Por que a aranha faz a teia? Quantas patas tem uma aranha? O que a aranha come?

Após montar o cartaz com as informações, deixe as crianças colarem as imagens. Depois diga para eles reproduzirem em uma folha a aranha. Para as crianças que iniciam o letramento, questione sobre o som da primeira letra, se é parecido com o do nome de alguma criança. Se desejar, escreva a palavra: Aranha, para que eles possam comparar essa com a escrita do seu nome.

3. Desafio motor da teia de aranha:

Objetivos: coordenação ampla, equilíbrio, percepção espacial, percepção de seu corpo, trabalhar com o imaginário e os medos, paciência por esperar sua vez.

Material: cordão, mesas e cadeiras, pequenas aranhas (feitas de papel ou aquelas de plástico de festinhas).

Idade: desde que a criança consegue engatinhar.

Atividade: Passe o cordão por baixo das mesas ou cadeiras, criando um túnel de “teia de aranha”, pendure algumas aranhas de plástico ou papel. Conforme o nível motor de suas crianças passe o fio mais ou menos vezes, deixando mais ou menos difícil a passagem.

Mostre o túnel de fios para as crianças e brinque que é uma teia aranha e que eles têm que passar para o outro lado sem tocar nos fios para não acordar as aranhas. Para os pequenos deixe-os engatinhar ou passar pela teia como desejarem. Para as crianças maiores vá aumentado os desafios motores, e pode-se dar pequenos sustinhos quando eles encostam no fio como se fosse a aranha que se aproxima. As crianças de 4 anos em diante adoram essas brincadeiras de terem que fugir de “bichinhos”.

4. Alinhavo: teia de aranha:

a dona aranha

Objetivos: Motricidade fina e movimento de pinça, concentração, criatividade, percepção espacial, percepção de formas, linhas e cruzamentos.

Material: Caixinhas de isopor, cordão ou lã, tinta preta e branca.

Idade: a partir dos 3 anos.

Atividade: Pinte as mãos das crianças com tinta preta e  carimbe no isopor, as crianças de 5 anos podem pintar suas mãos e fazerem sozinhas. O ideal é completar depois com a tinta as patinhas faltantes, assim já se trabalha quantidades, soma e as características corretas das aranhas.

No isopor faça furinhos em sua lateral (fure com os palitos de churrasco ou o próprio lápis bem apontado. As crianças maiores podem ser desafiadas a fazerem os furinhos, desde que com orientação).

Prenda com fita durex uma ponta do cordão atrás do isopor e na outra ponta passe um pedaço de durex para a pontinha ficar firme e não desfiar, o fio deve ser bem longo.

Entregue o isopor com o cordão para as crianças e diga para elas construírem a teia da aranha, deixe que passem o fio como desejarem pelos buraquinhos.

5. Matemática da aranha

Objetivos: quantidades e números ou cores e formas geométricas, motricidade fina, esquema facial.

Material: Um círculo de papel grosso e 8 prendedores por criança, canetinha.

Idade: a partir dos 2 anos.

Atividade: Nos círculos escreva os números. Nos prendedores desenhe bolinhas na quantidades de cada número e prenda-os no círculo como nas imagens. Entregue para as crianças fazerem os rostinhos de suas aranhas e depois deixe que brinquem, que tirem e coloquem as patinhas.

Mesmo para as crianças que ainda não trabalham números e quantidades, use essa atividade para estimular sua motricidade. E você pode desenhar na aranha um símbolo para cada pata ou usar cores, e fazer seu correspondente nos prendedores. Assim as crianças devem por o prendedor com bolinha azul, por exemplo, em cima da bolinha azul desenhada na aranha.

Gostaram das ideias do projeto: A Dona Aranha? Conte-me se seus alunos também gostaram.

Abraços, Shana Conzatti.

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *