práticas educativas

Neve no Brasil? Vamos refletir sobre as práticas educativas.

Ao procurar atividades para trabalhar o tema inverno com meus alunos me deparei com uma quantidade imensa de atividades com bonecos de neve, colagens e desenhos sobre neve e cartazes do mesmo tipo, realizados em escolas Brasileiras. Eu acho fofíssimos essas atividades com temáticas de bonecos de neves e já usei várias vezes com meus alunos. Mas então olhando essas atividades comecei a me perguntar quando eu, moradora do Rio Grande do Sul, vi neve? Quando o resto das crianças do Brasil tivera a experiência de brincar com bonecos de neve no inverno?

E neste momento parei para refletir sobre as práticas educativas que eu vinha impondo aos meus alunos. O que eu quero que eles aprendam? Eu quero criar crianças críticas sobre a realidade? É certo manter esse estereótipo de apresentar bonecos de neve como símbolos do inverno?

“A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida”.  (John Dewey).

Reflexões sobre as nossas práticas educativas:

Quantas vezes dizemos que precisamos trabalhar com a realidade da criança, mas quantas vezes pensamos o que isso realmente significa?

Fico pensando o quanto é automático as maiorias das práticas educativas que submetemos nossos alunos. Planejamos atividades elaboradas e lindas, que irão desenvolver conceitos importantes como motricidade, numeração, criatividade, alfabetização…. Mas esquecemos o verdadeiro significado da educação: A vida.

Então por que encher as crianças com atividades sobre bonecos de neve se elas nunca experimentaram a neve? Que significado essa atividade terá para nossas crianças? Como queremos que as crianças reconheçam as estações do ano, se mostramos coisas estranhas a sua realidade? A criança cresce decorando que no inverno tem neve. Mas onde?

E assim vamos alimentando a mente de nossas crianças com estereótipos que abraçamos de outras culturas sem nenhuma reflexão. As crianças saem da escola sem nunca terem realmente olhado para o seu “mundo” e apreciado as belezas deste. Falam sobre a neve, mas não sabem como as árvores do outro lado da rua ficam no inverno.

Não há problema falar sobre a neve com as crianças, fazer um projeto sobre o assunto. O problema é usar isso como se fosse algo do Brasil, como se representasse o nosso inverno ao entregar sem nenhuma discussão desenhos de bonecos de neve para as crianças pintarem.

Educar é impregnar de sentido o que fazemos a cada instante! (Paulo Freire)

Quantas outras práticas educativas usamos sem refletir? Talvez seja hora de pensarmos a respeito.

Abraços, Shana Conzatti.

 

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *