Gincana Farroupilha

Gincana Farroupilha: atividades para o dia do Gaúcho

20 de setembro é relembrado no Rio Grande do Sul a Revolução Farroupilha, mas mais que isso é um momento para comemorar a cultura Gaúcha. Assim nas escolas do Rio Grande do Sul passa-se uma ou duas semanas trabalhando sobre o assunto. Em outros estados também é relembrado essa data como o Dia do Gaúcho.

Organizei uma pequena gincana sobre o tema com o objetivo de trabalhar os conceitos da cultura e do estado. As atividades aqui propostas podem ser realizadas como uma competição entre equipes organizadas pela escola toda, equipes de uma mesma turma ou apenas como atividades divertidas para setembro.

Lembrem de incentivar uma competição saudável e divertida, em que o importante não é ganhar e sim aprender. Então organize prêmios para todos os participantes.

Antes de iniciar a gincana é importante ter se realizado ao menos um trabalho expositivo para mostrar para as crianças os principais aspectos a serem trabalhados. Fotos de Gaúchos com vestimentas tradicionais, explicações sobre  chimarrão, mostrar vídeos sobre as danças típicas, falar sobre as comidas.

Gincana Farroupilha:

1. Vestimentas Gaúchas:

Objetivos: reconhecer as características da vestimenta típica, agilidade, trabalho em equipe.

Material: vestimentas típicas gaúchas e roupas diversas

Tarefa: distribua pelo ambiente vários tipos de roupas, entre estes vestidos de prendas, sapatilhas, bombachas, chapéus, lenços. Escolha uma menina e um menino de cada equipe para serem os manequins. Ao sinal da professora as outras crianças devem procurar as roupas típicas Gaúchas e ajudar os manequins de sua equipe se vestirem. Ganha a equipe que usar mais elementos corretos após o tempo estipulado.

Para crianças menores faça essa atividade com elas apenas trazendo as roupas corretas o mais rápido possível.

2. Artesão de cuias

gincana farroupilha

Objetivos: motricidade ampla, percepção visual, criatividade, agilidade, trabalho em equipe.

Material: boa porção de argila por equipe, palitos de picolé e cuia de modelo.

Tarefa: Cada equipe ou uma criança escolhida da equipe deve fazer uma cuia com a argila. Ganha a equipe que finalizar primeiro com mais perfeição.

Essa atividade pode ser feita normalmente em sala, sem fazer parte da gincana, cada criança ganha a argila e deve tentar reproduzir a cuia. A partir dos 4 anos.

3. Ponha o chapéu:

Objetivos: agilidade, rapidez, trabalho em equipe, coordenação, apreciar músicas tradicionais gaúchas, ritmo.

Material: CD com músicas gaúchas, um chapéu por equipe, perguntas sobre a cultura gaúcha ou o estado conforme o nível das crianças.

Tarefa: Cada equipe se posiciona em roda. Enquanto a música vai tocando as crianças vão dançando, passando o chapéu (devem colar na cabeça do colega, e este pega o chapéu poem na cabeça do outro colega, e assim por diante), quando a música acabar quem ficou com o chapéu deve responder uma pergunta. Quem acerta ganha ponto para a equipe. Ao final se somam para ver qual equipe fez mais pontos.

4. Qual é a bandeira?

Objetivos: agilidade, percepção visual, coordenação, memória, cores, sequência.

Material: Várias faixas de várias cores e imagens do brasão do RS e de outros estados, uma imagem da bandeira do RS.

Tarefa: Espalhe as faixas coloridas. Mostre a bandeira do Rio Grande do Sul por alguns segundos. Então as equipes ou uma criança de cada equipe, deve procurar as faixas das cores certas, mais o brasão certo e montar a bandeira. Ganha quem terminar primeiro de modo correto.

Para crianças menores, a partir de 3 anos, você pode entregar uma xerox da bandeira em preto e branco e essas devem preencher com as cores certas, sem se preocupar com o brasão. Deixe a bandeira de modelo a mostra.

5. Qual é a comida?

Objetivos: vocabulário, percepção olfativa e de paladar, conhecer comidas típicas gaúchas, memória.

Material: Comidas típicas gaúchas, tecido escuro para cobrir os olhos. Para crianças alfabetizadas placas com os nomes das comidas.

Tarefa: Distribua as comidas sobre uma mesa, fale sobre elas e seus nomes. Então, uma criança por vez da equipe deve cobrir os olhos e a professora lhe dará um pedaço da comida para provar. Essa criança deve descobrir qual é essa comida e seu nome. (Tenha cuidado em conferir se as crianças não são alérgicas a algo da mesa). Ganha ponto a e equipe que acertar o nome da comida.

Para crianças maiores pode-se entregar plaquinhas com os nomes das comidas, e essas devem por a plaquinha a frente da comida certa. A equipe que fizer isso mais rápido e certo ganha o ponto.

Depois use as comidas para fazer um piquenique de confraternização com todas as equipes.

6. Dançando Fandango:

Objetivos: ritmo, memória, coordenação motora, desenvoltura, criatividade, organização de equipe.

Material: Vídeos com danças típicas gaúchas.

Tarefa: Mostre para cada equipe um vídeo com a dança. Dê um tempo para as crianças ensaiarem vendo o vídeo. E depois cada equipe deve apresentar sua dança. Ganha ponto a equipe que melhor conseguiu trabalhar em equipe e completar a dança.

Para crianças a partir dos 3 anos, mostre o vídeo e dance em conjunto com elas. A música do Meu pezinho é fácil e eles adoram.

7. Painel do Rio Grande do Sul:

Objetivos: culminância das aprendizagens, reforçar vocabulário, criatividade, percepção de figuras, classificação, trabalho em equipe, escrita.

Material: diversas figuras que representem a cultura gaúcha e outra que não representam. Cola, tesoura, canetinha, papel pardo ou cartolina.

Tarefa: cada equipe deve procurar entre as figuras o que representa a cultura gaúcha. E montarem um painel com essas figuras, com desenhos e palavras que representem a cultura gaúcha. Ganha a equipe que for mais criativa ou que conseguir colocar mais elementos corretos no cartaz.

Todas as atividades aqui apresentadas podem ser realizadas desde os 3 anos até as séries iniciais, basta moderar as dificuldades. Os pequenos precisarão de auxílio para completarem as atividades.

Também podem ser feitas como parte de uma planejamento sobre a Semana Farroupilha ou dia do Gaúcho, sem competição. De modo que todas as crianças da turma possam fazer as tarefas.

Gostaram?

Abraços,

Shana Conzatti

 

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *