Educa Criança
lembrancinhas para quem

Lembrancinhas para quem e para quê?

Ao se aproximar as datas comemorativas vem sempre aquela correria para procurar ideias para as lembrancinhas a serem presenteadas para as crianças ou seus familiares. Mas afinal, lembrancinhas para quem? O que desejamos alcançar com a confecção desse presente?

Sei que, na maioria das vezes, o professor nem ao menos é livre para escolher como proceder nesses casos. Já trabalhei em muito lugares em que as lembrancinhas são decididas em reuniões e todas as turmas devem fazer a  mesma coisa. E os professores ainda são cobrados para entregar algo esteticamente perfeito, visando o resultado final aos olhos dos pais, mães, avós e ignorando o que realmente aquilo deveria representar.

Mas o que esses presentes trazem de positivo para nossos alunos? As crianças terão alguma aprendizagem? É uma oportunidade para discutir em sala sobre o consumismo, materiais reciclados ou qualquer outro assunto que enriqueça a experiência da criança?

Muitas vezes as respostas são não. Pensando nessa triste realidade fiz algumas considerações do que  levar em conta antes de sair confeccionando ou carimbando as mãos dos alunos sem nenhum senso crítico. Pois…

O principal objetivo da educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que outras gerações fizeram. Jean Piaget

Lembrancinhas para quem?

Se é um presente da professora ou escola para o aluno, não há problema que seja inteiramente feito pela professora ou coordenação. Pois o objetivo, aqui, é dar um mimo para a criança. É mostrar o quanto nos importamos com este pequeno.

Agora, se a lembrancinha é para ser um presente ou cartão da criança para alguém (mãe, pai, vó, coleguinhas) não tem sentido a criança levar para casa algo que ela não teve nenhuma participação em sua confecção.

Sejamos sinceras! Se fôssemos mães ou se já somos, que lembrancinhas guardamos com carinho por anos. Aquelas perfeitamente cortadas e coladas pelas professoras ou aquelas meio tortinhas e até indecifráveis, mas que sabemos que foi nosso filho que fez exclusivamente para nós?

Lembrancinhas para quê?

Quais as finalidades pedagógicas de se fazer uma lembrancinha? O que queremos que nossos alunos aprendam e experimentem ao confeccionarem uma lembrancinha? Além dos aprendizados de noção espacial (saber onde colar, pintar…), coordenação motora, desenvolvimento gráfico…  Provavelmente, também, queremos que essa criança leve alguma experiência consigo, não queremos?

Refletiremos! Foi permitido para ela planejar essa lembrancinha? Escolher a melhor forma de construí-la? Escolher cores e detalhes? Desenvolver hipóteses? Testar possibilidades? Usar sua criatividade e autonomia?

Sei como na nossa realidade isso nem sempre é possível por termos muitas crianças, pouca ajuda e cobranças absurdas. Mas deixarei algumas dicas de como podemos acrescentar à confecção das lembrancinhas algum significado para nosso aluno.

Dicas para fazer lembrancinhas significativas:

  • Traga ao menos duas ideias de lembrancinhas e deixe a turma votar na sua preferida. Se a ideia vier pronta da coordenação, ao menos possibilite que as crianças discutam os detalhes de como irão fazer.
  • Envolva as crianças na organização dos materiais (como pedir para trazerem algo que irá precisar ou buscar no armário dos materiais).
  • Mostre o modelo, e questione como eles podem fazer aquela lembrancinha (qual a posição da mão para carimbos, que cores irão usar, se precisam colar algo e como…)
  • Na hora da confecção se mantenha perto para orientar. Mas deixe que as crianças tomem decisões. Escolham cores e que possam mudar detalhes conforme seus gostos (como colar flores do modo que desejem, acrescentar algum desenho…). Que não destoe com a ideia da lembrancinha.
  • Deixe a criança fazer por si a maior parte possível. Como carimbar a própria mão e por na folha e fazer os detalhes. Ou dobrar as flores, colar. Modelar, Pintar…

Observação para berçário:

A confecção de lembrancinhas nos berçários foge um pouco das ideias a cima. Pedir a participação das crianças normalmente é apenas pedir suas permissões para terem pés e mãos pintadas e carimbadas. E o restante é feito pela professora.

No berçário devemos compreender que as lembrancinhas não são um momento pensado para a aprendizagem do bebê e sim como algo feito para a mãe se recordar de seu filho, quando ele ainda era tão pequenino. E não há problema que as professoras confeccionem as lembrancinhas. Apenas lembrem-se de organizar algo que seja significativo para essa mãe ou pai, que mostre algo de seu bebê. Use fotos, carimbos de mãos e pés. Evite montar lembrancinhas de EVA ou outro material e apenas entregar as mães, pais ou avós.

O que pensam sobre essas questões das lembrancinhas? Vamos conversar nos comentários.

Abraços, Shana Conzatti.

Receba as novidades, atividades e sorteios em seu e-mail:

https://educacrianca.com.br/lojinha/

comentários

Compartilhe sua prática! Amamos comentários!

%d blogueiros gostam disto: