Educa Criança
Está extinta a escravidão

Está extinta a escravidão? Interpretação para Ensino Fundamental

A escola Paraíso do Tuiuti (RJ) faz de seu desfile, esse ano, uma tentativa de resposta a pergunta:  “Está extinta a escravidão?” Um tema importante a ser trabalhado em sala de aula, principalmente no Ensino Fundamental e Médio. Ao assistir a escola, pensei em uma sequência didática sobre interpretação de texto para ser trabalhada com os alunos.

“Quando o homem compreende a sua realidade, pode levantar hipóteses sobre o desafio dessa realidade e procurar soluções. Assim, pode transformá-la e o seu trabalho pode criar um mundo próprio, seu Eu e as suas circunstâncias.” (Paulo Freire)

Deste modo, ao invés de ignorarmos o Carnaval, vamos usá-lo para trazer discussões pertinentes à educação.

Está extinta a escravidão?: Sequência Didática

Objetivos Gerais: conhecer a história da escravidão, combate a descriminação, reflexão sobre a atualidade, empatia, interpretação de texto, vocabulário, pensamento crítico, alegorias, leitura, musicalidade, tipos de textos.

1. Samba enredo:

Material: Uma cópia da letra música para cada criança.

Irmão de olho claro ou da Guiné
Qual será o seu valor? Pobre artigo de mercado
Senhor, eu não tenho a sua fé e nem tenho a sua cor
Tenho sangue avermelhado
O mesmo que escorre da ferida
Mostra que a vida se lamenta por nós dois
Mas falta em seu peito um coração
Ao me dar a escravidão e um prato de feijão com arroz

Eu fui mandiga, cambinda, haussá
Fui um Rei Egbá preso na corrente
Sofri nos braços de um capataz
Morri nos canaviais onde se plantava gente

Ê Calunga, ê! Ê Calunga!
Preto velho me contou, preto velho me contou
Onde mora a senhora liberdade
Não tem ferro nem feitor

Amparo do Rosário ao negro benedito
Um grito feito pele do tambor
Deu no noticiário, com lágrimas escrito
Um rito, uma luta, um homem de cor

E assim quando a lei foi assinada
Uma lua atordoada assistiu fogos no céu
Áurea feito o ouro da bandeira
Fui rezar na cachoeira contra bondade cruel

Meu Deus! Meu Deus!
Seu eu chorar não leve a mal
Pela luz do candeeiro
Liberte o cativeiro social

Não sou escravo de nenhum senhor
Meu Paraíso é meu bastião
Meu Tuiuti o quilombo da favela
É sentinela da libertação

(G.R.E.S Paraíso do Tuiuti)

(baixe a música, AQUI)

Como fazer: Mostre a música ao seus alunos. Converse sobre o tipo de texto: quais as diferenças de uma letra de música para poesia ou outro tipo de texto. Faça uma leitura coletiva. Questione o que eles compreenderam da letra? Quais palavras não conhecem?

Ajude as crianças a encontrarem e anotarem os significados das palavras desconhecidas, após procurarem no dicionário. Agora coloque a música para eles cantarem lendo a letra. Se desejar faça algumas perguntas de interpretação sobre o texto da música.

Vá de parágrafo em parágrafo trabalhando a interpretação, para que as crianças conversem e discutem sobre o significado de cada estrofe da música. Se desejar, divida partes da música por grupos de crianças e peça para eles produzirem um texto explicando aquela parte.

2. Refletir:

Traga para o centro da reflexão a questão do que é escravidão. Mostre para as crianças o significado da palavra no dicionário e traga algum material sobre a história da escravidão no Brasil. Se desejar separe as crianças em grupos para fazerem uma pesquisa sobre o assunto.

Após trabalhar a questão da escravidão do passado, levante questionamentos se ainda existe algum tipo de escravidão? (nas fotos do desfile da escola, aqui, eles tentam mostrar que as pessoas ainda são escravas de suas condições sociais, de empregos desumanos, de exploradores financeiros, de mídias que influenciam como as pessoas vão pensar…).  Ajude os alunos a pensarem sobre a sociedade em que vivem.

Monte um cartaz com as crianças sobre o tema da escravidão atual. Incentive as crianças a elaborarem frases de como as pessoas devem ser tratadas, quais o meios que ainda escravizam, de como a sociedade poderia ser melhor….

Utilize essas duas atividades para dar início a um projeto sobre Consciência Negra, Gentileza ou outro assunto que surja do interesse das crianças.

Abraços, Shana Conzatti.

Receba as novidades, atividades e sorteios em seu e-mail:

comentários

2 comments

Compartilhe sua prática! Amamos comentários!

%d blogueiros gostam disto: